Palestrante Pergunta: O Que Você Fez Por Você no Ano Passado?

A cada início de ano fazemos planos e estabelecemos metas para o ano novo e nesse início de ano, desejo falar com você, sobre seu passado. Especificamente, sobre o ano passado.

Gostaria de convidá-lo para uma rápida reflexão sobre como foi seu 2010. Das  coisas que planejou fazer, você efetivamente fez? E o que lhe impediu de realizar algumas?

Como esteve sua saúde profissional/intelectual, sua vida familiar, financeira, saúde física e  espiritual?

Geralmente, quando deixamos de cumprir nossas metas pessoais, isso ocorre por três razões principais:

Falta de foco – a falta de foco nos causa grandes prejuízos e o principal é o dano emocional. Observe que quando estamos dispersos em relação aos nossos objetivos. Nos sentimos mal, incomodados e com uma sensação de que nada vai para frente e que não estamos sendo produtivos rumo aos nossos objetivos. A falta de foco mais tem a ver com a condição emocional da gente do que com a escolha errada dos objetivos e metas que traçamos para nossas vidas em períodos determinados. Mas tem cura!

Procrastinação – aquela atitude de adiarmos boa parte das coisas que planejávamos fazer tem esse nome. Quero crer que se nós procrastinamos em relação aos nossos objetivos é porque estes não são tão importantes a ponto de passarmos outros na frente, como prioridade a serem alcançados.

Falta de motivo relevante – outra possível  causa de não atingirmos nossos objetivos é a relevância deles. As vezes pela necessidade de termos uma lista no dia 31 de dezembro, elegemos alguns objetivos que ao longo do tempo, mostram-se pouco relevantes para nós e acabamos deixando-os de lado.

Quando escolhemos nossos objetivos baseados num importante motivo. Alcançá-lo torna-se fácil. Pense naquele homem ou mulher, divorciado que recentemente conheceu um par novo. E essa pessoa, decide perder peso para ficar mais atraente aos olhos da nova pessoa. Esse objetivo tem todas as chances de serem alcançados. concorda que trata-se de um bom motivo para se estabelecer e alcançar um objetivo?

Tempo e dinheiro – essa é a dupla responsável por grande parte dos fracassos em termos de objetivos e metas. Na minha singela opinião, não passam  de desculpas e as razões para tal, estão, boa parte delas, descritas acima.

E o que fazer para alcançar meus objetivos?

Não deixe para escolher suas novas metas durante a noite de réveillon: trabalhe nelas a medida em que for detectando  sua importância, ao longo do ano. É mais prático escrever que falará Espanhol durante o próximo ano do que colocar como meta, inglês fluente, se sua necessidade será apenas, falar com gente da América do Sul. Ao passo de que falar inglês fluentemente requer bem mais que um ano de prática, em circunstâncias normais.

Observe-se: se você detesta academia (como eu e muita gente), escreva outra meta, em termos de atividade física. Não se matricule. Que tal andar de bicicleta, caminhar, jogar vôlei, etc? Escolha metas que lhe tragam prazer e não sofrimento.

Comente suas metas com pessoas que gostam de você: espalhe por ai o que pretende fazer em 2011. As pessoas que te gostam,  irão apoiá-la e será mais fácil chegar lá.

Faça um acordo com seu cônjuge: se você tem como meta iniciar uma pós-graduação, um curso de línguas, um intercâmbio cultural, etc. Combine com seu cônjuge (se for o seu caso). Quando dois trabalham juntos no mesmo objetivo, eles são rapidamente alcançados. Dois tem mais força que um.

Escreva num papel: desde a década de 1970 está comprovado. Se você escrever o que quer e para quando quer. As chances de alcançar são enormes. Eu ando com minha listinha na carteira. Faça a sua!

Deixe suas metas visíveis: coloque imagens no desktop de seu computador, no espelho do seu banheiro, na sua carteira, na agenda, no smartphone, etc.

Certa vez, um participante de uma palestra motivacional minha, confidenciou que tem seus objetivos colados no teto de seu quarto e todas as noites, após suas orações, permanece observando suas metas, até dormir.

Uma excelente dica: este inteligentíssimo site, ajudará você a alcançar suas metas este ano.

Em janeiro de 2012, estarei de volta com a mesma pergunta: o que você fez por você, em 2011?

 

Junior Portare é palestrante motivacional, de vendas, finanças pessoais e outros temas.
Empresário e professor de cursos de pós-graduação. (não necessariamente nessa ordem).
Autor do Best-seller “Dinheiro dá em Árvore”.

4 comments

  1. Me sinto parte do seu texto, escrevi minhas metas no ano passado, ou melhor, em dezembro de 2009 e terminou 2010 sem que tivesse alcancado nem a metade delas. Seguindo suas dicas, vou ver o que realmente é imnportante para mim e trabalhar melhor os objetivos. Melhor tê-los do que não tê-lo, não é mesmo?

  2. Muito boa matéria! Além da falta de foco e proscrastinacao, uma coisa que acho que atrapalha a gente, é a preguiça….

  3. Ernesto Samuel Lago

    Todo começo de ano alguém fala alguma coisa de metas. Essa é a primeira vez que leio algo interessante!

  4. Vou ter que reescrever parte de meu objetivos pessoais e profissionais para este ano….
    Deveria ter lido o texto de voces antes…